terça-feira, 16 de abril de 2013

A Salvação do Mundo





"Olhai para mim e sede salvos, vós, todos os limites da terra; porque eu sou Deus, e não há outro. Por mim mesmo tenho jurado; da minha boca saiu o que é justo, e a minha palavra não tornará atrás. Diante de mim se dobrará todo joelho, e jurará toda língua." (vs. 22-23)

- Isaías 45:14-25

As Escrituras são claras de que a restauração depois do exílio é uma benção não apenas para os Judeus mas também para todo o mundo. Encontramos este tema através dos profetas, que falam das nações Gentílicas vindo para o rei Davídico para guia, aproveitando a herança de Israel, comendo um rico banquete, sendo chamados pelo nome do Senhor, recebendo a benção de paz, e mais depois do exílio (Isaías 11:10; 19:16-25; 25:6; Amós 9:11-12; Miqueias 4:1-5). A passagem de hoje também revela essa verdade, pois no mesmo contexto de sua predição do retorno sob Ciro (Isaías 45:1-13), Isaías vê as nações Gentílicas vindo e se tornando envergonhados de seus ídolos e voltando ao Senhor para salvação (vs. 22-25).

Ciro era o agente inicial de Deus da restauração, mas os profetas pós-exílio nos contam que a restauração plena não aconteceu em 538 a.C. porque o povo de Deus continuou em seus pecados (Ageu 1:1-4; Zacarias 1:1-6; Malaquias 2:10-16; 3:6-15). Algumas condições do exílio, tais como a falta de poder da nação, persistiram até a vinda de Jesus, quem por Seu sacrifício e ressurreição começou a real restauração. Ao comissionar Seus discípulos a fazerem discípulos de todas as nações, Ele declarou que a restauração havia chegado, então era o tempo dos Gentios começarem a experimentar todos os benefícios do pacto da graça de Deus. (Mateus 28:18-20)
Então a passagem de hoje se refere não apenas ao dia de Ciro, mas sim ao inteiro período entre Ciro e a consumação final do reino sob Jesus o Messias. Algo do que é descrito já está acontecendo, enquanto esperamos ainda outras coisas acontecerem. Por exemplo, todas as nações idólatras ainda não tornaram-se envergonhados perante os olhos de todas as pessoas, pois a maioria das pessoas continua servindo deuses falsos (v. 16). Eles não reconhecem que estão orando "para um deus que não pode salvar" (v. 20), pois como em séculos passados Deus escondeu-Se das nações (v. 15), o Senhor escolheu não fazer-Se conhecido para todos na face da terra. Ele revela a Si mesmo e Sua salvação apenas aos seus eleitos, e sem essa revelação, não podemos ser salvos (Mateus 11:27; João 3:5-8).

Hoje, entretanto, sabemos certamente que os eleitos incluem pessoas de toda tribo e língua, pois a promessa do ajuntamento das nações depois do exílio em Isaías 45 está sendo cumprida. Nem todas as pessoas já se submeteram ao Senhor, mas Gentios de todo o mundo estão se ajoelhando a Cristo Jesus, a encarnação do Senhor sobre quem Deus outorgou "o nome que é acima de todo nome" (Isaías 45:23; Filipenses 2:9-11).

Coram Deo

Aqueles de nós de herança Gentílica que servem Cristo provavelmente não consideram esse fato de forma suficiente: nós somos cumprimentos das promessas de Deus ao Seu povo. O Senhor prometeu que as nações O serviriam, e como homens e mulheres de todas as nações são convertidas, essa promessa é guardada. Claro, isso não é devido a nada em nós, pois isso é tudo pela graça de Deus. Ainda assim, é um imenso privilégio ser um cumprimento da promessa de Deus, e não devemos nunca nos cansar de dar graças a Ele por isso.

Passagens para Estudo Adicional

Salmos 46:10; 72:11
Zacarias 2:10-12
Mateus 25:31-46
Romanos 15:8-13

tradução: Jonathan Arthur Morandi

Nenhum comentário:

Postar um comentário